Campo Belo, MG, 25 de Novembro de 2020

Artigos

PASTORES

Pastores e Encanadores


Por Neil Cole

Logo depois de comprar minha primeira casa, os canos passaram a ter um lugar mais significativo na minha vida. Um cano quebrado é má notícia. Mas me ocorreu que, a razão pela qual eu dou tanta importância aos canos é que a água é muito importante para mim. Na verdade, nós realmente não pensamos muito nos canos até que eles quebram, porém nós pensamos na água todos os dias.

Eu tenho chegado à conclusão de que muito daquilo a que damos muita atenção na liderança da igreja hoje em dia são canos. Muitos dos programas, princípios e práticas de crescimento da igreja e missões são apenas canos - condutores da água viva. Sejam Pequenos Grupos ou Escola Dominical, Cultos, Grupos de Interesse ou cultos tradicionais - eles na verdade são apenas canos diferentes.

Canos ministeriais são de grande significado, pois sem eles nós não teríamos como trazer a água que dá vida para um mundo sedento. Alguns canos são melhores do que outros. Alguns são mais fortes, outros são mais resistentes à corrosão, e outros têm uma capacidade maior para grandes volumes, mas todos os canos servem praticamente para a mesma função - canalizar água. Todos os nossos ministérios existem basicamente com uma função - traduzir a Palavra de Deus para a vida das pessoas. Nós podemos discordar sobre que cano é melhor, mas devemos concordar sobre o propósito dos canos.

Um cano ruim pode ser muito prejudicial. Quando um cano em específico está vazando, você precisa remendá-lo ou substituí-lo. Um cano enferrujado pode até mesmo poluir seus conteúdos, do mesmo jeito ocorre com um método de ministério que começa a tomar para si a autoridade e a permanência da própria Palavra de Deus. A água pode ficar turva por canos defeituosos e pode causar doenças.

Meu problema é que eu freqüentemente vejo os canos como um fim em si mesmos. Nossos métodos às vezes são apresentados como o ingrediente que faltava para trazer sucesso as nossas igrejas. Contudo, os canos nunca são um fim em si mesmos. A água é a coisa principal, os canos são para facilitar a obtenção da água. Qual seria a vantagem de canos que nunca se conectassem com uma fonte de água?

Freqüentemente nós desenhamos um sistema de ministério pensando que ele será o ingrediente final para a prosperidade da igreja, mas canos não matam a sede… a água sim. Da mesma forma, nós não podemos olhar para nossas grandes estratégias e planos como a solução para o nosso ministério e o dos outros, mas apenas como um canal para a solução. Alguém disse: "O mais importante é manter o mais importante". As pessoas precisam de canos porque elas precisam de água. Não podemos viver por mais de alguns poucos dias sem água, mas muita gente tem vivido a vida inteira sem canos.

Por exemplo, o modelo baseado em células não é a solução para a igreja ocidental. Tampouco o modelo dos grupos de interesse, nem o modelo da igreja com propósitos nem o modelo tradicional de igreja. Admito que nem mesmo a igreja orgânica seja o segredo de alcançar as nações. Ela pode ser o melhor condutor para a solução - ser mais duradouro, ter maior volume e ser mais limpo - mas não é a solução.

Jesus disse: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Aquele que crê em mim, como dizem as Escrituras, do seu interior fluirão rios de água viva" (João 7.37-38).

———————————————————————————————-

Publicado pela primeira vez em português na Revista MDA. Artigo usado com permissão expressa de Dawn North America, onde o texto foi originalmente publicado. Permissão assinada pelo responsável, Mike Steele. Tradução de Ivanildo Gomes.

Texto de:

Pr. Daniel Martins

Pastor Daniel e Pra. Juliana